Dia mundial do Rim - 10/03/2022

No dia 10 de março foi comemorado o dia mundial do rim. O tema deste ano foi "Saúde dos rins para todos: Educando sobre a doença renal", ação liderada no nosso país pela Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN). A NefroQuality aderiu a esta iniciativa e realizou ações educativas para o público em geral (pacientes, familiares e acompanhantes), incluindo também os colaboradores das instituições hospitalares parceiras à qual prestamos assistência nefrológica. No dia 10/03/2022 a ação foi realizada no Hospital Restinga e Extremo Sul - Porto Alegre, na entrada externa do CDI (Centro de Diagnóstico Imagem) e contou com o apoio da Direção, da Gerência de Enfermagem, da Escola de Saúde, da Educação Continuada e do Núcleo de Segurança do Paciente. Já no dia 11/03/2022, estivemos na entrada principal do Hospital Nossa Senhora Aparecida - Camaquã, em parceria com a Direção, RT de enfermagem e o Setor Comercial.

Além de orientações gerais, principalmente sobre doenças renais, fatores de risco, diagnóstico e tratamentos, foram entregues materiais informativos como folder, guia básico de informações a pacientes e cuidadores com doença renal crônica, formulário de cuidados com a alimentação e também distribuição de água para estimular a ingesta hídrica do público.

Segundo dados da SBN (2022), entidade que promove amplamente a campanha no país, uma em cada dez pessoas no mundo possuí algum problema renal, que se não diagnosticado e tratado de forma correta pode ser fatal. Quanto mais precoce for realizado o diagnóstico e o tratamento, maiores as chances de evitar a progressão da doença e o risco de evoluir para doença renal crônica em estágio final, com necessidade de terapia renal substitutiva. Ressaltando que para o diagnóstico são realizados exames simples (creatinina sérica, exame de urina e exame de imagem, como exemplo a ecografia), o qual todos estes estão disponíveis inclusive na rede pública.

O tratamento inclui, dentre outros, cuidados alimentares, atividade física, redução de peso, ingesta apropriada de água, controle de comorbidades como a hipertensão arterial sistêmica, diabete melitus, assim como a cessação de hábitos como tabagismo e evitar o uso de nefrotóxicos, como os anti-inflamatórios.

Importante manter também um acompanhamento periódico com seu médico nefrologista.




11 visualizações